Últimas Postagens

Fique por dentro das novidades que o CEMNAS traz para você

  • 02 Jun 2014
    Mensagem proferida na despedida do Padre Zé Silva

    Mensagem proferida na despedida do Padre Zé Silva

    Está chegando o fim de um ciclo na paróquia do Bom Jesus. Foram mais de 12 anos que ficarão para sempre registrados na nossa memória, pela obra física, mas também pela obra espiritual junto desta comunidade cristã. Em 2002, quando senhor chegou nomeado para a Paróquia do Bom Jesus em Brumado, deve ter ficado apreensivo, pois era muito jovem com 31 anos e apenas dois anos de sacerdócio. Viu-se diante dessa gente, também apreensiva, e naturalmente curiosa, quanto ao novo pároco designado.
    Passando todo esse tempo podemos afirmar que o Padre, Zé marcou cada família e cada pessoa de Brumado e também a nossa escola, pelo exemplo, pela proximidade e, sobretudo pela humildade para enfrentar a missão a que estava designada. Ensinou também, que é possível criar dinamismo se tivermos boa vontade e alegria de viver em comunidade, e isso foi bem presente nos movimentos que dinamizou, e nos novos movimentos que veio a criar. Já contam mais de 12 anos a sua missão de padre na Paróquia do Bom Jesus e há 06 anos vem colaborando com a catequese da nossa escola.
    Sacerdote comprometido e zeloso no encontro com cristo, nas celebrações Eucarísticas, enche-se de força e luz para, além do altar, leva Jesus Libertador, ao faminto do PÃO E DA PALAVRA ao sedento de justiça e de Amor, renovando a Esperança e a Fé do nosso povo. Sua Vida Padre, Zé é doação constante.
    Num trabalho conjunto com os outros padres e as irmãs missionárias do S. Sacramento, acompanhou com grande zelo as comunidades da Sede da Zona Rural.
    Por estas, e por tantas outras razões deixará saudades e sementes que perdurarão no tempo. O Povo de Brumado e nos do CEMNAS não vamos esquecer do seu trabalho, não vamos esquecer a sua atenção com nossos alunos e com a Escola todas as vezes que solicitamos, com o carinho com que nos atendeu nas bênçãos dos animais, por ocasião do dia de São Francisco, nos nossos retiros, nas nossas confissões e nas nossas missa de Primeira Eucaristia estamos profundamente agradecidos.
    A despedida hoje é emocionante. Este é um momento especial! É hora de olhar para trás e ver tudo o que passamos.
    É hora de valorizar a amizade e os laços de afetividade que foram criados. E por isso intercedemos a Deus que lhe dê muita saúde e que o nosso testemunho possa ser o conforto e incentivo para continuar. Aliás, se houvessem dúvidas quanto aos resultados da sua vinda para cá, o simbolismo deste ato traduz o reconhecimento.
    Se tivéssemos de descrever a sua despedida e a síntese deste instante, três sentimentos talvez representassem: emoção, esperança e saudade.
    Já está chegando a hora de ir.
    Essa frase é bonita para se cantar, mas muito triste para se viver. O Senhor Padre, Zé vai e nós ficamos, que bom seria se não houvesse despedida, se não houvesse "adeus", mas que continuasse como um bom pastor à frente dos destinos desta comunidade cristã.
    Seria bem melhor se em nossas vidas pudéssemos optar e pedir para ficar.
    Mas não é assim. Não podemos ser egoístas, uma pessoa com as suas qualidades deve ter também a oportunidade de partilhar com outras realidades e em outras comunidades.
    Sentiremos muito a sua falta, mas sabemos que a sua ida é a continuidade da sua missão que abraçou quando da sua ordenação. Entregou a sua vida a Deus para se dedicar à vida dos homens. Por isso, temos a certeza que tudo correrá bem, nesse novo caminho, nesta sua nova vida.
    Seja sempre essa pessoa amiga e alegre que sempre foi uma pessoa que faz um grande trabalho, mas que passa discreto.
    Por onde andar lembre-se que deixou aqui pessoas que lhe querem bem e torcem pelo seu sucesso. Distribua a todos esse sorriso constante que sempre alegra seu rosto de felicidade e que conforta quem o rodeia.
    Por estas razões e muitas mais é difícil dizer adeus, é triste ver ir embora uma pessoa, a quem temos muita consideração.
    O momento em que o nosso coração se aperta e a nossa alma percebe finalmente os sentimentos que durante tanto tempo foram se acumulando e intensificando.
    O dia em que simplesmente temos de dizer adeus, esse em que parte para longe e que deixa esta comunidade, como uma estrela que se afasta de tantas outras no azul do céu.
    Em nome de toda escola CEMNAS, queremos prestar um afetuoso agradecimento por termos o privilégio de ter partilhada o e usufruído da sua entrega e do seu trabalho a Deus nesta escola.
    O senhor Padre Zé, tenha a certeza que ficará sempre em nossas mentes, pela grandeza da sua humildade, pelo seu coração, pelos seus gestos e pelos seus ensinamentos.
    É difícil sorrir com vontade de chorar...
    É difícil dizer adeus com vontade de querer ficar...
    Muito Obrigada, Padre Zé!

    Fonte: CEMNAS COC

    Participe! Comente aqui