Últimas Notícias

Fique por dentro das novidades que o CEMNAS traz para você

  • 30 Abr 2014
    Conheça os 4 níveis da leitura

    Conheça os 4 níveis da leitura

    Você sabia que a leitura não é uma atividade linear em que o leitor somente absorve o conteúdo do livro? Uma boa leitura contém 4 diferentes níveis de envolvimento. Quanto mais você souber lidar com eles, melhor poderá aproveitar o hábito de ler.

    Essa teoria foi lançada no livro How to Read a Book: the classic guide to intelligent reading, escrito pelos norte-americanos Mortimer J. Adler e Charles Von Doren. O livro foi publicado primeiramente em 1940 e, em 1972, passou por alterações dos próprios autores.

    O primeiro nível é chamado de leitura elementar. Nela, há pouco envolvimento intelectual e emocional. Por isso, geralmente são leituras rápidas e de fácil entendimento, como propagandas e banners. Nessa fase, o leitor é capaz de responder qual é o conteúdo do texto, mas sem se aprofundar mais.

    Depois, passamos para o segundo nível, que é a leitura de inspeção. Nesse patamar, o leitor age como um detetive: lê mais de uma vez, analisa as frases, entende o contexto, etc. A pessoa ainda não está totalmente envolvida com a leitura, mas já se aproxima mais do conteúdo do texto.

    O terceiro nível é a leitura analítica. Neste nível, o leitor já está completamente envolvido com a leitura. Além de conhecer a história, ele entende o que o escritor quer dizer, compreende a estrutura do texto e consegue conectar esse conhecimento com outras informações já conhecidas por ele. Dessa forma, já é possível ter uma opinião formada sobre a leitura.

    O nível mais avançado da leitura é praticado por poucas pessoas, e se chama leitura sintópica. Nela, o leitor consegue, além de ler o livro, comparar a obra com outras que ele já leu e, com isso, visualizar o assunto por diversos ângulos. Dessa forma, o leitor pode chegar a novas conclusões que, muitas vezes, não se encontram nem nos próprios livros.

    Sabendo a existência desses quatro níveis, é possível aproveitar a sua leitura ao máximo e incorporar esse conteúdo ao seu conhecimento.

     

    Fonte: Universia Brasil

    Escreva o seu também